Região de Sakhalin

Região
de Sakhalin

p>A região de Sakhalin é a única região totalmente localizada em ilhas (Ilha de Sakhalin e Ilhas Curilas). A região faz fronteira por mar com o Japão. A base da economia da região é a produção de petróleo e gás, a pesca e o processamento de pescados. A flora é rica e diversificada, muitas plantas são usadas na produção de medicamentos.

O centro administrativo é a cidade de Yuzhno-Sakhalinsk.

Área — 87 100 km².

População — 490 200 habitantes (2018).

Densidade de população — 5,6 habitantes/km² (2018)

Site: www.sakhalin.gov.ru

República de Sakha (Iacútia) Região autónoma de Tchukotka Região de Magadan Região de Kamchatka Região de Sakhalin Região de Khabarovsk Região de Amur Primorskiy Krai Região Autônoma Judaica República da Buriátia Região de TransbaikáliaExtremoOriente

História

A colonização de Sacalina e das Ilhas Curilas pela Rússia começou em meados do século XVII e início do século XVIII, com expedições de exploradores e navegadores russos. Nos anos de 1869 até 1906, Sacalina foi a maior colônia de exilados da Rússia. Em 1909, a região de Sacalina se conformou como parte integrante da Governadoria Geral de Amur.

Durante a Guerra Civil e a intervenção estrangeira, em abril de 1920, o Japão ocupou a parte norte de Sacalina, que pertencia à Rússia, e retirou as suas tropas somente cinco anos depois. Em 1925, nos limites de Sacalina Norte foi criado o distrito de Sacalina.

Em 1945, depois da vitória na Segunda Guerra Mundial, a URSS recuperou o sul de Sacalina e as Ilhas Curilas.

Em suas fronteiras atuais, a região de Sacalina foi formada em 1947 e se tornou uma região própria da Federação Russa.


Localização geográfica

A Região de Sacalina é de fronteira e é a única divisão federal da Federação Russa totalmente localizada em ilhas. É banhada pelas águas do Mar de Okhotsk, do Mar do Japão e do Oceano Pacífico. Seu território inclui as ilhas de Sacalina, Moneron, Tyuleniy e o arquipélago de Curilas, incluindo as Ilhas Maior e Pequena.

A Ilha Sacalina é a maior da Rússia (com 76,6 mil km2), estende-se ao longo do meridiano por 948 km, com a maior largura sendo de 160 km e a menor de 26 km. É separada do continente pelo Estreito Tártaro do Mar do Japão, o Estreito de Nevelsky, o Estuário de Amur e a Baía de Sacalina. Ao sul é separada da ilha japonesa de Hokkaido pelo Estreito de La Perouse, e ao leste é banhada pelo Mar de Okhotsk.

As Ilhas Curilas estendem-se desde a ponta sul de Kamchatka, no sentido sudoeste, até à ilha de Hokkaido (Japão) e são a fronteira natural entre o Mar de Okhotsk e o Oceano Pacífico.

Fuso horário

A distância do centro regional de Sacalina-do-Sul a Moscou é de 10417 km, a diferença de fuso horário entre eles é de 8 horas.

Características físicas e geográficas

As margens de Sacalina são pouco recortadas, baías maiores são encontradas apenas nas partes sul e central da ilha. As regiões ao leste são caracterizadas por um litoral bastante nivelado, com vários desfiladeiros que se formam nas fozes dos rios que desembocam no mar.

O arquipélago de Curilas se estende por 1200 km de norte a sul, entre Kamchatka e Hokkaido.

A superfície de Sacalina é bastante montanhosa. A maior parte do seu território é de montanhas de altitude média. Na parte leste da ilha estão as Montanhas Orientais de Sacalina, que se estendem desde as partes baixas do rio Tym até a península de Terpeniya, onde se localiza o pico mais alto de Sacalina - o Monte Lopatin (1609 metros).

Na parte oeste da ilha ficam as Montanhas Ocidentais de Sacalina, menos altas que as Orientais (o ponto mais alto é o Monte de Vozvrasheniya, de 1325 metros), que se estendem do Cabo Krilion ao Rio Hunmakta. No sul de Sacalina estão localizados os cumes de Susunai e Tonino-Aniva.

As cadeias montanhosas da ilha são cortadas por terras baixas (Tym-Poronayskaya, Susunayskaya, Muravyevskaya), muitas vezes pantanosas e cruzadas por vários rios.

A Península de Schmidt é caracterizada por duas cordilheiras baixas de montanhas, separadas pela planície montanhosa de Pil-Dianovo. Ao longo da costa oeste, estende-se uma faixa de várzeas oceânicas com dunas, faixas de areia e pântanos.

Recursos naturais

As reservas minerais da região são diversificadas, sendo bastante consideráveis em alguns casos. Somente em Sacalina existem mais de 50 tipos de matérias-primas minerais, das quais o petróleo, gás, carvão preto e marrom, materiais de construção, turfa e águas subterrâneas frescas são de importância industrial e vem sendo exploradas. Além disso, existem depósitos de titanomagnetita, águas minerais e termais, presença de ouro, mercúrio, manganês, tungstênio, prata, cobre, chumbo, zinco, cromo, níquel, cobalto, titânio, estrôncio, talco, amianto.

Minerais não metálicos estão representados por enxofre em forma pura, matérias-primas para cimento e materiais de construção. Os materiais de construção são representados por várias rochas, argilas, areias, depósitos de cascalho, pedras-pomes. Nas áreas de campos de petróleo encontram-se lagos de asfalto.

Clima

A grande extensão de território da região de Sacalina determina uma significativa diversidade de condições climáticas.

O clima da Ilha Sacalina é influenciado por monções de latitudes temperadas, pelo sistema de correntes marítimas e pelas características do terreno, e é caracterizado por invernos frios e secos e verões quentes e úmidos.


Nas Ilhas Curilas, o inverno é caracterizado por precipitação intensa e tempestades de neve, especialmente as nevascas, que prejudicam bastante a visibilidade. No verão, as correntes do sudeste e do sul do Oceano Pacífico permitem um clima mais calmo, com uma alta frequência de nevoeiros.

A duração média anual da luz solar varia em relação ao território de Sacalina de 1800-1900 horas no sul até 1500-1600 horas no norte da ilha. A duração da luz solar no sul de Curilas é de 1500 a 1600 horas, no norte da Curilas de 1000 a 1200 horas.

A temperatura média de janeiro em Sacalina varia de -23°С no noroeste e no interior da ilha a -8°С no sudeste. As temperaturas médias em agosto variam de +13°С no norte a +18°С no sul da ilha. Nas Ilhas Curilas, a temperatura média de janeiro é de -5,1°C, em agosto +10,7°C.

A precipitação anual varia de 500-600 mm no norte para 800-900 mm nos vales e 1000-1200 mm nas regiões montanhosas do sul. Um terço da precipitação cai no período frio, por vezes sob a forma de fortes nevascas e neve molhada. São características na região as nevascas frequentes e longas com alterações bruscas de direção.

Flora e fauna

A flora de Sacalina e Curilas é rica e diversificada e tem cerca de 2.000 espécies. Aqui, como em um enorme jardim botânico, convivem em estreita vizinhança as coníferas lariço e a bétula polar, abetos e uvas selvagens, cedro e o Phellodendron amurense. A relva na ilha de Sacalina é excepcionalmente exuberante, alta e muito densa.

Uma rara combinação de florestas coníferas escuras com matagais de bambu das Curilas é típica somente no sul de Sacalina, sul de Curilas e Hokkaido e não se repete em nenhum outro lugar do globo. Por isso necessita ser especialmente preservada.

A flora da região é rica e diversificada. Plantas lenhosas são usadas como matérias-primas e combustível (pinheiro, abeto, larício). Muitas plantas são usadas na produção de medicamentos (lírio do vale, veratrum, aralia herbácea, eleutherococco (ginseng siberiano), capim-limão chinês, camomila, arando-vermelho, mirtilo, celandine, valeriana).

A Sacalina é uma região de floresta. As principais espécies florestais que formam as florestas de Sacalina são o abeto, o larício e a bétula pedrosa.

Dada sua característica insular, a vida animal de Sacalina é relativamente mais pobre em espécies que habitam o continente, mas é enriquecida pelas espécies de animais das costas marítimas. Várias espécies do Ártico invadem a ilha chegando do norte: a perdiz branca, bútio-patudo, escrevedeira-rústica, e, claro, as renas. No sul, o mundo animal é enriquecido por representantes da sub-região zoogeográfica da Manchúria: rã do oriente, estorninho chinês e narcejo japonês.

Na região habita um grande número de mamíferos cujo estilo de vida está associado ao mar, tais como: foca, lontra do mar, várias espécies de nerpas, baleias dentadas e de barbatanas e o leão-marinho-do-norte, o maior dos pinípedes.

Os habitantes nativos das florestas de Sacalina são: lebre branca, esquilo voador, esquilo, tâmia, raposa, urso pardo, arminho, doninha, glutão, rena.  Os mamíferos terrestres nativos de Sacalina são representados por espécies de taiga: zibelina, lontra, urso-pardo, glutão, esquilo voador, esquilo, lebre, lince, tâmia, raposa-vermelha e raposa-cinzenta, arminho, doninha.

Solo

O clima úmido de monções e o terreno montanhoso da região determinaram algumas características do solo de Sacalina. Entre os principais se pode citar o domínio da taiga.

Florestas e bosques dominam na parte norte da ilha de Sacalina. Aqui há muitas turfeiras com cobertura de mato pouco desenvolvida e uma abundância de líquens. Na Planície Norte-Sacalina, dominam solos de taiga pantanosos e na Península de Schmidt, solos de taiga montanhosos. Para o sul da aldeia de Nysh começa a taiga de abetos, onde se formaram solos de floresta montanhosos e solos de taiga montanhosos.

População

82% dos habitantes da região de Sacalina vivem em áreas urbanas, 18% em áreas rurais. Nas áreas do sul da ilha, a mais favorável para viver e mais conveniente para o desenvolvimento, está concentrada cerca de 65% da população. As nacionalidades mais numerosas: 86,5% - russos, 5,3% - coreanos, 2,6% - ucranianos.

Divisão administrativa territorial

O território de Sacalina é composto por 18 municípios, dotados com o status de distrito urbano.

Economia

A posição dominante na economia regional é ocupada pelo setor de petróleo e gás, que responde por mais de 80% da produção industrial total e por mais de 70% das receitas tributárias do orçamento regional. As principais indústrias da região de Sacalina são a indústria de petróleo e gás, a indústria do carvão, a indústria pesqueira e a produção de energia.

Na região de Sacalina são produzidos mais de 80% do salmão de todas as empresas russas e 14% do salmão industrializado pelo conjunto de todos os países do Pacífico Norte.

Tradicionalmente, os principais objetos de pesca são: badejo do Alasca, bacalhau, arenque, linguado, bacalhau açafrão, terpug, sauro, salmão e caranguejos do Pacífico.

No território da ilha de Sacalina existem 70 campos de carvão. As reservas de carvão da bacia de Sacalina são de cerca de 2,5 bilhões de toneladas. O volume de carvão extraído satisfaz plenamente as necessidades das empresas do complexo habitacional e de serviços públicos (aquecimento), a população e as instalações de geração de eletricidade.

Educação

Na região insular existem mais de 427 organizações educacionais implementando programas de educação pré-escolar, geral, profissional e complementar, entre elas:

  • escolas -162;
  • jardins de infância municipais - 167;
  • instituições de ensino profissional - 20;
  • instituições de ensino complementar - 79.

Nelas estudam mais de 100 mil jovens residentes de Sacalina e Curilas.

É dada especial atenção à política de recursos humanos na região. O processo educacional é garantido por quase 10 mil professores.

Cultura

A rede de instituições culturais e educação setorial da região de Sacalina é composta por 343 unidades. A educação setorial na região de Sacalina inclui 1 instituição secundária de ensino profissional (Faculdade de Arte de Sacalina) e 33 escolas de arte para crianças, das quais 5 estão localizadas em zona rural. A região possui 13 cinemas, a Filarmônica de Sacalina realiza frequentes concertos.

Religião

Na região de Sacalina são registradas mais de 100 associações e organizações religiosas, representando mais de 15 confissões religiosas diferentes.

A maior das organizações religiosas é a Igreja Ortodoxa Russa - inclui mais de 60 grupos e organizações, 45 igrejas ortodoxas e capelas que fazem parte da Diocese Urbana de Moscou.

O islamismo é representado por uma organização na cidade de Sacalina-do-Sul, a organização religiosa muçulmana local “Sakhalin” do Conselho Espiritual Central dos Muçulmanos da Rússia.

Também na região de Sacalina estão representados: Catolicismo (1 organização), Budismo (1 organização), outras áreas religiosas - cerca de 60 objetos de culto religiosos.